Ellen White, Joseph Smith ou Nostradamus?

“A Bíblia fala bastante a respeito dos profetas, servos de Deus, e uma das doutrinas da IASD é a crença no espírito de profecia. A exemplo dos que encontramos na bíblia, como podemos ter certeza que Ellen G. White é uma profetiza de Deus que viveu em ‘nossos’ dias? É possível provar a genuinidade de EGW usando-se a Bíblia? Como evitar comparações entre EGW e outras pessoas que escreveram livros que são a base para outras denominações e até mesmo comparações com falsos profetas? Uma vez em uma entrevista, um padre muito conhecido no Brasil disse que EGW é a besta do apocalipse! Isso diz respeito a algum ponto mal interpretado nas Escrituras ou é apenas uma defesa ao papado?” [Perguntas de José Marcelo Verri, Curitiba/PR, em 2003]
  
É maravilhoso perceber como Deus tem o cuidado em deixar claro quem é o Seu (ou a Sua) porta-voz! Seria um terrível e até insolúvel problema se os filhos do Senhor não conseguissem reconhecer o seu Deus ministrando Suas mensagens através de um instrumento humano, pela falta de evidências claras… Esse problema em nenhuma época existiu, pelo menos não aqui no planeta Terra!!! Se os homens tiveram dificuldades em reconhecer que Deus enviava recados através de Noé, por exemplo, não foi culpa de Noé, o instrumento humano escolhido (Gn 6:8), nem tão pouco de Deus! Sempre a culpa é do homem se ele não atende o Pai, quando Este se comunica através de Suas ferramentas principais: o Espírito Santo (ou seja, o próprio Deus!), a Natureza e outros homens escolhidos a dedo pelo Senhor. E bote culpa nisso quando Deus se fez homem e se comunicou diretamente com Seus filhos, através de Jesus – o Enviado, e ainda assim eles não O atenderam! (Veja Hb 10:29). Deus se encarrega de dar a “certeza” quanto a legitimidade de um profeta! “Certamente, JAVÉ Deus não fará cousa alguma, sem primeiro revelar o Seu segredo aos Seus servos, os profetas”(Am 3:7), é o que Ele assevera! “E acontecerá nos últimos dias, diz o Senhor, que derramarei o Meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão” (At 2:17). Sabendo que Deus prenunciou a existência de profetas e profetizas em nossos dias (você tem dúvida de que nossos dias são os “últimos dias”?), quando surgir alguém alegando ter mensagens divinas não é coerente dar as costas. No mínimo devemos ouvir e analisar as palavras, o comportamento, enfim o caráter daquele ou daquela que se coloca no lugar de porta-voz do Todo-poderoso! O Senhor geralmente enviava um profeta ou profetisa para “reconduzir a Si” o Seu povo! (II Cr 24:19). Um enviado de Deus não afasta dEle o Seu povo. Logo, levar as pessoas para mais perto de Deus através de suas profecias é um requisito “trivial” de um verdadeiro profeta. Agora, como uma pessoa que recebe do Senhor revelações pode pregar mensagens que contradizem a Bíblia? Outro requisito é a conformidade com a Palavra de Deus deixada a nós hoje através dos profetas do passado. Lembremo-nos que a Bíblia foi escrita por pelo menos 40 profetas, dentro de um período de 1500 anos, e nenhum mensageiro oficial contradisse seu contemporâneo ou sucessor! “À lei e ao testemunho! Se eles não falarem desta maneira, jamais verão a alva”, Isaías 8:20. “O profeta que profetizar paz só ao cumprir-se a sua palavra, será conhecido como profeta de fato enviado de JAVÉ” (Jr 28:9). Um outro ponto positivo de um verdadeiro profeta é o cumprimento de suas mensagens! Jesus assegurou-nos que “pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinheiros ou figos dos abrolhos?” É impossível a homens e a anjos do mal, esconder-se permanentemente atrás de um disfarce! O profeta do mal não esconde seu caráter enganador por muito tempo. Por fim, o enviado do Senhor “confessa que Jesus Cristo veio em carne”! (Veja I Jo 4:1-6). Vou analisar esse requisito de dois modos. 1º) O profeta que possui o “testemunho de Jesus”(Ap 12:17), ou seja, o dom de profecia (Ap 19:10 e 22:9), deve exaltar o seu Senhor e obviamente a Sua palavra! “Todo espírito que não confessa a Jesus não procede de Deus”, I Jo 4:3. Os mensageiros de Cristo falam e muito do seu Senhor, e sem passar por cima de seus companheiros de ministério – a Bíblia é amada e obedecida por eles em todos os seus pormenores! 2°) Devemos refletir sobre a ênfase dada pelo profeta João no fato de Jesus ter vindo “em carne”. Por que foi que Deus se fez homem? Para morrer “como propiciação pelos nossos pecados”, o profeta responde alguns versos depois: I Jo 4:10. Penso que não seja coincidência a ordem dos assuntos na primeira carta de João, em seu capítulo 4. Primeiro ele escreveu sobre falsos profetas e verdadeiros cristãos. Logo em seguida ele nos leva ao sacrifício de Jesus pelos nossos pecados e como prova maior de que “Deus é amor”! Nosso Salvador é o sacrifício de Deus em nosso favor e também é nosso Sumo sacerdote diante de Deus. E tudo isso só foi possível pelo fato de Deus nos amar “de tal maneira” que se fez carne para cumprir a exigência da Lei de Deus com respeito a seus transgressores – “certamente morrerás”! Veja como em uma única frase – “Jesus Cristo veio em carne”- o profeta João resume o Plano da Salvação, que enfatiza o amor de Deus e Sua indestrutível Lei! Assim sendo, concluo que, se o profeta enfatiza a Lei de Deus (os “Dez Mandamentos”) e o plano desse Deus em livrar Seus filhos transgressores da morte eterna, as custas de Sua própria vida, como meio de nos levar à perfeição original sem ab-rogar ou mesmo alterar Sua imutável Lei (Sl 111:7,8), tal profeta “é de Deus”! Ellen Gould White cumpriu todos os requisitos expostos acima e é tão digna de crédito quanto qualquer um dos profetas antigos, pois o dom de profecia é dado pelo mesmo Deus! Os verdadeiros profetas são perseguidos e ultrajados pois “guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus”! (Veja Ap 12:17). A obediência ao Senhor sempre atrai a ira do “dragão”… É nosso dever e privilégio atender às palavras do instrumento de Deus: “crede em JAVÉ vosso Deus, e estareis seguros; crede nos Seus profetas e prosperareis”! (II Cr 20:20). (Perguntas & Respostas, v.1, pp.27 e 28)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: