Deus criou a Lei para proteger o homem. A besta que emerge “da terra” cria leis contra o homem!

Historicamente, a Gestapo e a KGB são notórias como agências policiais estatais de monitoração, repressão e perseguição, inclusive de cristãos. Enquanto a Gestapo e a KGB miravam dissidentes e cristãos, o FBI mirava criminosos. Os tempos mudaram. A Gestapo e a KGB desapareceram nos escombros da história. E agora o FBI, que deveria estar mirando islâmicos terroristas, mira os cristãos, se tornando aos poucos como a Gestapo e a KGB.
Primeiro, conforme foi denunciado no meu blog [do Júlio], o FBI está atrás de uma ex-lésbica e sua filha. A mulher se tornou cristã e teve de fugir dos EUA, porque a ex-amante, uma ativista lésbica, exige a menina. Mas o FBI não está do lado da mãe natural. O FBI está com o movimento gay, prendendo pastores e movendo uma perseguição internacional contra a mãe cristã e sua filha. E agora, WND relata o caso de um pregador de rua na mira do FBI. É de se temer o que o FBI acabará se tornando em futuro não muito distante. E não seria difícil o FBI perseguir grupos cristãos e conservadores. Numa das excelentes aulas de seu curso de filosofia, o Prof. Olavo de Carvalho disse que por ano são aprovadas milhares de leis nos Estados Unidos. É claro que é impossível os cidadãos conhecerem todas essas leis. E quando você tem inimigos políticos, como apontou o Prof. Olavo, fica fácil pegar qualquer lei, que você desconheça, e jogar contra você. Só no ano passado, os Estados Unidos aprovaram 40 mil leis, de modo que, conscientemente ou não, todo americano deve estar quebrando alguma lei! Um terço dos americanos já passou, em algum momento de suas vidas, algum tempo na cadeia. Os tribunais americanos declaram aos que confessam que não sabiam: “O desconhecimento da lei não é desculpa”. Isso era fácil quando havia só os Dez Mandamentos. Mas se é impossível decorar dez por cento de todas as leis que foram aprovadas somente no ano passado nos EUA, como então se lembrar das leis que foram aprovadas nos outros anos? Esse enorme labirinto legal pode ser usado e abusado para prender e destruir os desafetos do sistema político no poder.
E os maiores desafetos desse sistema agora são os cristãos conservadores. Sei disso porque o governo americano já está monitorando sites cristãos. Sei disso porque eu mesmo estou em alguma lista negra. Sei disso porque o governo americano já declarou que os EUA vão estabelecer uma agência policial internacional a favor da agenda gay. Perto do policiamento politicamente correto que o governo americano quer instaurar mundialmente, temo que a Gestapo e a KGB venham ainda a parecer coisa de criança.
Eis o artigo de WND:

Pregador quer saber se seu nome está na lista de terroristas

Bob Unruh
O Instituto Rutherford, um escritório de advocacia, está buscando saber se o FBI colocou em sua lista de monitoração de terroristas um pregador de rua que prega o Evangelho sem rodeios. O pregador, Michael Marcavage, recorreu à ajuda legal depois que ficou sabendo que o FBI estava querendo entrevistar e interrogar seus amigos sobre as atividades dele.
Michael Marcavage

O Instituto Rutherford confirmou que “uma fonte confiável informou Marcavage de que ele estava sendo alvo de uma investigação do FBI e que seu nome havia sido acrescentado à lista do FBI de monitoração de terroristas, com base na ligação alegada dele a uma organização antiaborto conhecida como ‘Exército de Deus’”. John Whitehead, presidente do Instituto Rutherford, disse que o FBI estava conduzindo uma investigação secreta nas ligações e atividades de Marcavage. Ele exigiu que o FBI revelasse o que está acontecendo ou pare a investigação. “Michael Marcavage merece saber o motivo por que está sob investigação e se ele foi, de fato, colocado na lista do FBI de monitoração de terroristas. Contudo, se, conforme suspeitamos, Marcavage não é culpado de nada, a não ser de dar mensagens religiosas pacíficas que autoridades governamentais veem como polêmicas, então o governo claramente ultrapassou seus limites constitucionais”, disse Whitehead. Marcavage é o diretor de um ministério de evangelismo cuja missão é a proclamação pública do Evangelho. Ele rotineiramente viaja pelo país pregando em fóruns públicos tradicionais, distribuindo literatura cristã e envolvendo os transeuntes em debates sobre a fé cristã.
Fonte: Júlio Severo.
Nota:“Vi ainda outra besta emergir da terra; possuía dois chifres, parecendo cordeiro, mas falava como dragão. Exerce toda a autoridade da primeira besta na sua presença. Faz com que a terra e os seus habitantes adorem a primeira besta, cuja ferida mortal fora curada. Também opera grandes sinais, de maneira que até fogo do céu faz descer à terra, diante dos homens. Seduz os que habitam sobre a terra por causa dos sinais que lhe foi dado executar diante da besta, dizendo aos que habitam sobre a terra que façam uma imagem à besta, àquela que, ferida à espada, sobreviveu; e lhe foi dado comunicar fôlego à imagem da besta, para que não só a imagem falasse, como ainda fizesse morrer quantos não adorassem a imagem da besta. A todos, os pequenos e os grandes, os ricos e os pobres, os livres e os escravos, faz que lhes seja dada certa marca sobre a mão direita ou sobre a fronte, para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tem a marca, o nome da besta ou o número do seu nome. Aqui está a sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é número de homem. Ora, esse número é seiscentos e sessenta e seis” (Ap 13:11-18). A “primeira besta” também tem criado leis contra o ser humano e seu Criador. Confira. (Hendrickson Rogers)

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: