Vai um iogurte de morango… quero dizer, de “Cochonilha” aí?!!

As áreas brancas do tipo vegetal acima são colônias de Dactylopius coccus de onde é extraído um corante vermelho

“O corante natural carmim de cochonilla é fabricado a partir de um inseto, o Dactylopius coccus. O extrato do corante é obtido a partir do processamento do corpo seco de fêmeas desta espécie. O termo cochonilla é empregado para descrever tanto os insetos desidratados como o corante derivado deles. Cerca de 300 toneladas de cochonilla na forma dessecada é produzida anualmente.

[…] São necessários cerca de 70 mil insetos esmagados e fervidos para produzir apenas 450 gramas deste corante, usado em alimentos como biscoitos, sorvetes, iogurtes, e também em tintas, roupas e cosméticos. Por ser extraído de um animal, o corante carmim de cochonilla é classificado como natural.

Apesar de difícil, é possível encontrar iogurtes sem corantes. Para escolher melhor, não deixe de ler os ingredientes no rótulo. Além disso, procure bater um iogurte natural (branco) com a fruta que deseja. Pode ser morango, mamão. Assim você evita tantos aditivos químicos na alimentação e come de forma mais saudável.” [1]

Bactérias do gênero Acinetobacter
Estudo conduzido por pesquisadores do Centro de Ciências Genômicas daUniversidad Nacional Autónoma de México[2] relataram várias espécies de bactérias vivendo em simbiose (associação de dois organismos vivos onde ambos se beneficiam) com o inseto Dactylopius coccus de onde é extraído o corante natural carmim de cochonilla. Dentre os vários grupos, as bactérias do gênero Acinetobacter devem receber destaque por viver no interior deste inseto usado pela indústria alimentícia. 
“Acinetobacter é um gênero de bactéria Gram-negativa que pertence ao filo Proteobacteria. Não-móveis, as espécies de Acinetobacter são oxidase-negativas, e se apresentam em pares. […] Acinetobacter também são uma importante fonte de infecções hospitalares, quando atingem principalmente pacientes imunologicamente debilitados.” [3]
Pesquisadores que estudam alergias no Hospital Virgen Del Camino em Pamplona, Espanha[4], concordam que o corante vermelho natural Carmim (E120), extraído de fêmeas secas do inseto Dactylopius coccus, pode causar reações de hipersensibilidade. Em seu estudo, o grupo relata o caso de um trabalhador de 35 anos que não atua na extração do referido corante, mas desenvolveu asma e alergia após ingerir um doce de cor vermelha contendo o corante natural carmim. No artigo, os autores afirmam que o corante natural carmim de cochonilla pode induzir alergia alimentar e asma.
No Brasil, a cochonilha é também uma praga de jardim. A primeira evidência de que a planta está infestada é o aparecimento de bolinhas brancas que parecem ser de algodão nos caules, próximos às folhas. Elas sugam a planta, roubando sua seiva, alojando-se principalmente na parte inferior das folhas e dos brotos. Para defender-se da predação por outros insetos, produz ácido carmínico, que extraído de seu corpo e ovos é utilizado para fazer o corante alimentício que leva seu nome. O corante de cor vermelho-escura é utilizado em larga escala pela indústria cosmética (shampoo, batons, etc.) e alimentícia, emprestando sua cor a biscoitos sabor morango, gelados de frutas vermelhas, leites de soja sabor morango, geléias, sobremesas, sendo também utilizado em medicamentos e roupas. Pode causar reações alérgicas em algumas pessoas. Normalmente especificado como “Corante natural carmim de Cochonilha”, C.I. 75470 ou E120 as composições dos produtos.[5]
O que a Bíblia diz a respeito?
Como cristãos, cremos que Deus, nosso Criador, projetou nosso corpo com amor e carinho e o fez para que tenhamos vida e vida em abundância e gozemos de toda plenitude do ser, isto inclui termos qualidade de vida. Como Ele nos conhece melhor que nós mesmos, deixou em Suas Escrituras aquilo que devemos e não devemos ingerir. Em Levíticos 11, o Eterno nos informa os alimentos que podemos consumir e ali os chama de alimentos puros e os alimentos que trazem malefícios ao nosso organismo são chamados de alimentos impuros ou imundos. Leia atenciosamente os versos abaixo:
“Todo inseto que voa, que anda sobre quatro pés será para vós outros abominação. […] Mas todos os outros insetos que voam, que têm quatro pés serão para vós outros abominação. […] Eu sou o SENHOR, vosso Deus; portanto, vós vos consagrareis e sereis santos, porque eu sou santo; e não vos contaminareis por nenhum enxame de criaturas que se arrastam sobre a terra.”(Levíticos 11:21, 23, 44)
Muitos cristãos rejeitam as leis de saúde descritas na Bíblia porque estão no Antigo Testamento e, segundo eles, esta lei de saúde era útil apenas para Israel, contudo, Paulo disse que “toda a Escritura é inspirada por Deus e útil” (2 Timóteo 3:16)
No início deste post você descobriu o que a ciência diz sobre o corante vermelho E120. Agora você percebe que a Bíblia também diz que devemos rejeitar alimentos que contenham coisas que Deus nos convida a rejeitar. O que mais precisamos para mudar hábitos? Um ótimo conselho dado pela primeira matéria citada é ler os rótulos. Deus te abençoe!
Referências:
  1. CINTRA, L. Quantos morangos tem um iogurte de morango? Super Interessante, 30 jul. 2013. Disponível em: Acesso em: 30 jul. 2013.
  2. RAMÍREZ-PUEBLA, ST. et al. Molecular phylogeny of the genus Dactylopius (Hemiptera: Dactylopiidae) and identification of the symbiotic bacteria. Environ. Entomol., v. 39, n. 4, p. 1178-1183, 2010. Disponível em: Acesso em 30 jul. 2013.
  3. WIKIPEDIA. Acinetobacter. Disponível em: Acesso em: 30 jul. 2013.
  4. ACERO, S et al. Occupational asthma and food allergy due to carmine. Allergy, v. 53, n. 9, p. 897-901, 1998. Disponível em: Acesso em: 30 jul. 2013.
  5. ROGERS, H. O corante carmim de cochonilha e os biscoitos recheados sabor morango.  Blog Arquivo Adventista. Fev. 2012. Disponível em: Acesso em: 30 jul. 2013.

Fonte: Biologia Teísta.

Um comentário em “Vai um iogurte de morango… quero dizer, de “Cochonilha” aí?!!

  • agosto 16, 2013 em 1:46 am
    Permalink

    Fantástica revelação!!!

    É necessário ficar alerta para não cair em propaganda enganosa. Prestar bastante atenção nos rótulos de alimentos antes de serem ingeridos.

    Ótima matéria.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: