“Qual a porcentagem da população que se casa virgem? Qual a religião que tem a maior parte da fatia?”

“Qual a porcentagem da população que se casa virgem? Qual a religião que tem a maior parte da fatia? Tenho 22 anos, protestante, virgem até quando casar com minha amada noiva ano que vem” (Lázaro Gama, Currais Novos, RN).
Não há números da população geral desse Brasilzão, mas entre evangélicos 56% transaram com o cônjuge antes de casar, segundo uma pesquisa do Bureau de Pesquisa e Estatística Cristã (Bepec). E o índice sobe para 77% entre os neopentencostais. Já nos Estados Unidos, uma pesquisa do instituto Guttmacher diz que 95% dos americanos fizeram sexo antes do casamento. Quanto às religiões, um estudo da Universidade de Nova York publicado em 2013 mostrou que os budistas são os que mais vão para a cama antes de casar.

Sexo antes do casamento:

Muçulmanos – 62%
Hindus – 66%
Sem religião – 72%
Cristãos – 72%
Judeus – 82%
Budistas – 84%


Nota: Essas pesquisas, ainda que aparentemente não muito precisas, revelam uma dicotomia entre o que os religiosos sabem e o que fazem (típicos destes tempos de relativismo que invadiu as igrejas). Todo cristão (pelo menos) sabe ou deveria saber que sexo antes do casamento (ou fora dele) é qualificado na Bíblia como fornicação e pecado. Sabe que esse presente de Deus deve ser reservado para o contexto matrimonial e, talvez, também saiba que é nesse contexto que o sexo provê maior satisfação. Na verdade, existem pesquisas segundo as quais os religiosos e os que decidiram esperar para ter vida sexual ativa depois de casados reportam maior satisfação com sua sexualidade. Por outro lado, há também pesquisas que comprovam maior incidência de depressão e baixa autoestima entre jovens que perderam a virgindade antes do casamento. Recomendo muito que você leia os três artigos abaixo, que mostram como a ciência vai ao encontro da Bíblia também quando o assunto é sexo. (Michelson Borges)

Deixe uma resposta