“Precisamos de terapia coletiva, não de Direitos Humanos!!” (Na verdade, todos precisamos da terapia de Jesus!)

23 pensamentos e situações cotidianas comprovam que o que
precisamos não é defender Direitos Humanos no Brasil. Precisamos de uma terapia
coletiva. Urgente!

– Amor, fecha rápido o vidro que tá vindo um “escurinho” mal
encarado.
– Aquilo são ciganos? Vai, atravessa a rua para não dar de
cara com eles!
– Não sou preconceituoso. Eu tenho amigos gays.
– Tá vendo? É por isso que um tipo como esse continua sendo
lixeiro.
– Por favor, subscreva o abaixo-assinado. É para tirar esse
terreiro de macumba de nossa rua.
– Bandido bom é bandido morto.
– Tinha que ser preto mesmo!
– Vestida assim na balada, tava pedindo.
– Por que o governo não impede essas mulheres da periferia
de ter tantos filhos assim? Depois, não consegue criar e vira tudo marginal.
– Baiano quando não faz na entrada faz na saída.
– Mulher no volante, perigo constante.
– Sabe quando favelado toma laranjada? Quando rola briga na
feira.
– Os sem-teto são todos vagabundos que querem roubar o que
os outros conquistaram com muito suor.
– A política de cotas raciais é um preconceito às avessas.
Ela só serve para gerar racismo onde não existe.
– Ai, o Alberto, da Contabilidade, tem Aids. Um absurdo a
empresa expor a gente a esse risco.
– Esse aeroporto já foi melhor. Hoje, tem cara de rodoviária.
– Por mim, tinha que matar mulher que aborta. Por que a vida
do feto vale menos que a da mãe?
– Os índios são pessoas indolentes. Erram os antropólogos ao
mantê-los naquele estado de selvageria.
– Criança que roubou não é criança. É ladrão e tem que ir
para cadeia.
– 

Tortura é método válido de interrogatório.
– Um mendigo! Vamos botar fogo nas roupas dele. Assim ele
aprender a trabalhar.
– Pena de morte já.
– Eutanásia? Pecado. A vida pertence a Deus, não a você.

Não precisamos defender direitos humanos no Brasil.
Precisamos de uma terapia coletiva. Urgente.
Nota: Não há terapia humana que resolva problemas de ordem espiritual. O homem cria problemas que só seu Fabricante consegue resolver. Nem mesmo terapeutas espirituais ou líderes religiosos e suas igrejas conseguem dominar e erradicar a natureza pecaminosa (lembre-se: o Brasil é super católico e super evangélico, e daí?? Boa parte desses religiosos por certo já mencionaram uma ou mais dos 23 disparates acima!). Portanto, minha sugestão é: façamos terapia com o Senhor Jesus, todos os dias, através da devoção matinal e do culto em família! Isso cura, alimenta e salva o pior dos seres humanos preconceituosos e sem amor.
“Então chegou perto dele, limpou os seus ferimentos com
azeite e vinho e em seguida os enfaixou. Depois disso, o samaritano colocou-o
no seu próprio animal e o levou para uma pensão, onde cuidou dele. No dia
seguinte, entregou duas moedas de prata ao dono da pensão, dizendo: — Tome
conta dele. Quando eu passar por aqui na volta, pagarei o que você gastar a
mais com ele. Então Jesus perguntou ao mestre da Lei: — Na sua opinião, qual
desses três foi o próximo do homem assaltado? 
— Aquele que o socorreu! — respondeu o mestre da Lei. E Jesus disse: —
Pois vá e faça a mesma coisa.” (Lucas 10.34-37, NTLH)
(Hendrickson Rogers)

Deixe uma resposta