Posso até ficar cego, mas Deus vê e cuida! (#HistóriasPraMudarSuaHistória)

Meu nome é Victor Vergara. Eu nasci em uma família muito pobre numa pequena cidade ao
norte de Medelín, na Colômbia. Nossa pobreza esculpia uma vida muito difícil para
nós. Nossa cidade não possui abastecimento adequado de água, nem eletricidade, nem
telefone. Nossas casas são feitas de barro prensado sobre varas de bambu,
pois não temos outros materiais de construção. Quando viajantes passam por lá eles se perguntam como conseguimos sobreviver! Todo mundo olha com fome. Nossos cães são apenas pele e
ossos. Minha aldeia conhece apenas a fome, o trabalho duro e a doença.

Quando eu era pequeno, meus pais me deixavam brincar nas colinas
ao redor de nossa casa. Mas, quando completei 11 anos comecei a ajudar no
trabalho da família. Colhemos batatas doce e plantamos um tipo de bananeira. Eu
também arrebanhava vacas.

Alguns anos atrás, uma doença se espalhou por toda a nossa vila. A
doença era tão contagiante que os médicos não vieram nos tratar. Fiquei doente, mas me recuperei. No entanto, notei uma mudança na minha visão – tudo
parecia amarelo; em seguida tudo ficou embaçado. Finalmente, eu perdi minha
visão completamente.

Os sons se tornaram minha maneira de “ver”. Eu
escutava a televisão movida a bateria do meu tio e aprendi que a vida não era tão
difícil em outros lugares. Essa realidade me fazia ainda mais enraivecido! Eu senti
pena de mim mesmo e odiava minha vida de angústia e dor.

Felizmente, minha mãe era uma cristã e sua
fé era forte. Quando eu gradualmente perdi minha visão, sua fé tornou-se a
minha força! Ela me ensinou a confiar em Deus. Aos 15 anos, dois anos depois que fiquei cego, fui batizado numa igreja cristã.

Me matriculei em uma escola para alunos cegos por seis
meses e depois voltei para minha escola regular. Por causa da minha
cegueira, levei mais tempo para terminar meus estudos, mas eu não desisti.

Durante o verão, eu trabalhei como evangelista de literatura.
Meu primo me guiava de porta em porta e eu conversava com as pessoas sobre a
esperança que podiam encontrar em Jesus! Escolhi trabalhar nos bairros
pobres, porque eu pensei que haveria muitas pessoas que precisavam de Deus e Sua esperança! Eles queriam meus livros e ficavam felizes em saber que
eles também estavam me ajudando!

Quando eu era mais novo, eu ficava irritado e amargurado por causa
da fome da minha família e da pobreza. E quando fiquei cego, me tornei ainda
mais irritado e amargo, sempre perguntando por que todas essas coisas ruins estavam
acontecendo comigo! Vários médicos examinaram meus olhos, me submeti a cirurgia; mas eles não puderam restaurar a minha visão. Agora eu vejo pela fé. Quando aprendi a confiar em Deus,
eu percebi que Ele não garante uma vida fácil. Mas, Ele promete caminhar
conosco durante a nossa vida terrena, e se formos fiéis, Ele garante uma
vida eterna!

Várias pessoas já pediram para estudar a Bíblia comigo. Eles
querem conhecer Jesus e compartilhar Seu poder, assim como eu! Se me tornei cego para ganhar outros para Jesus Cristo, então eu quero ser um bom
exemplo para que outros possam enxergar Jesus através da minha fé!

Fonte: Sabath School Net.
Tradução e alterações a partir do original por Hendrickson Rogers.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: