Pokémon Go e a “sociedade zumbi”

A cada nova fase as crianças são levadas ainda mais fundo na aplicação prática de habilidades do ocultismo e no conhecimento de estratégias psicológicas que as conduzem a um mundo de experiências espíritas. Arms conclui que “há uma ênfase inegável em ensinar as crianças a lutar, matar, envenenar e usar poderes ocultistas e psíquicos para atingir suas metas. Além disso, o mundo Pokémon está ensinando às crianças que a evolução, os poderes sobrenaturais e a violência são conceitos perfeitamente aceitáveis”. Evolução e espiritualismo. Essa é a essência do conteúdo ideológico de Pokémon. Trata-se de um game gratuito de realidade aumentada para Android e iOS. E pode ser difícil prestar atenção no que acontece ao redor enquanto se concentra na tela do celular. Diversos jogadores relataram que se machucaram ao tropeçar enquanto estavam distraídos.

A cada nova fase as crianças são levadas ainda mais fundo na aplicação prática de habilidades do ocultismo e no conhecimento de estratégias psicológicas que as conduzem a um mundo de experiências espíritas. Arms conclui que “há uma ênfase inegável em ensinar as crianças a lutar, matar, envenenar e usar poderes ocultistas e psíquicos para atingir suas metas. Além disso, o mundo Pokémon está ensinando às crianças que a evolução, os poderes sobrenaturais e a violência são conceitos perfeitamente aceitáveis”. Evolução e espiritualismo. Essa é a essência do conteúdo ideológico de Pokémon. Trata-se de um game gratuito de realidade aumentada para Android e iOS. E pode ser difícil prestar atenção no que acontece ao redor enquanto se concentra na tela do celular. Diversos jogadores relataram que se machucaram ao tropeçar enquanto estavam distraídos.

O primeiro desenho animado da história a mandar crianças para o hospital – Pokémon – estreou no Brasil em uma segunda-feira de 1999, pela Rede Record. Criada no Japão, a série é cheia de efeitos especiais, e foi por causa de um deles que se deu o curioso evento. No capítulo 38, exibido no Japão no dia 16 de dezembro de 1997, o personagem Pikachu, um dos principais da série, emitiu a certa altura raios de luz colorida. Depois de assistir à cena de apenas cinco segundos, 12 mil crianças passaram mal. Pelo menos 600 foram internadas com convulsões. Mais tarde, quando trechos do programa foram exibidos nos telejornais noturnos, muitos adultos também foram afetados. O episódio foi estudado por médicos e técnicos de animação, que concluíram que as luzes intensas poderiam causar reações em crianças com olhos sensíveis ou em pessoas com predisposição à epilepsia. Continue Reading…

Quiz do prof. H sobre Frações (até raiz quadrada)

frqxicara2Vamos a mais um QUIZ com ajudas, dicas e explicações que tanto lhe ajudará a revisar o assunto como lhe informará sobre seu nível no tema estudado. Saiba que três tipos de questões poderão aparecer: múltipla escolha (com apenas uma alternativa correta), múltiplas opções (com a possibilidade de mais de uma alternativa correta) e respostas digitadas. Neste último tipo você deverá digitar sua resposta, após raciocinar/calcular, e clicar no botão “Vamos conferir”. Após resolvida cada questão, você saberá imediatamente se acertou ou errou, podendo refazê-la após uma breve dica. Você ainda poderá visualizar uma questão por vez ou todas as questões uma abaixo da outra, certo? Leia as outras informações na página do quiz e mãos a obra! Clique aqui para começarmos.

Como refutar o Design Inteligente?🤔

software-screen5

Fácil: Ao demonstrar um caso credível, empiricamente observado, em que o acaso cego e/ou necessidade mecânica cria organização complexa funcionalmente específica e informações associadas além de 500 – 1.000 bits, a premissa indutiva chave da teoria do projeto (ID) entra em colapso!🤔

Fonte: EDDI.

O naturalismo metodológico comete a falácia “petição de princípio”

A aceitação do naturalismo metodológico serve para garantir que mesmo que existam evidências para existência de causas não físicas, jamais poderão ser reconhecidas como tal

A aceitação do naturalismo metodológico serve para garantir que mesmo que existam evidências para existência de causas não físicas, jamais poderão ser reconhecidas como tal

1. ) Se alguém é um naturalista metafísico, então deveria ser um naturalista metodológico, isto é, jamais postular entidades não físicas como a causa de um evento físico.

2. ) Não se deveria acreditar em entidades não físicas sem boa evidência.

3. ) Não há boa evidência para entidades não naturais.

4. ) Portanto, não se deveria aceitar o naturalismo metafísico, e por extensão lógica, o naturalismo metodológico.

Ele então desenvolve um diálogo entre um naturalista metafísico e seu oponente acerca da premissa 3. Continue Reading…

É possível provar que o mundo foi criado, embora AINDA não seja possível provar Quem o criou!

"A parte religiosa não é testável. (...)O criacionismo trabalha especificamente nesta questão: 'É possível provar cientificamente que o mundo foi criado? Sim!'; 'É possível provar cientificamente quem criou o mundo? Não!' Portanto, dizer que o criacionismo está tentando provar que Deus criou o mundo, não é verdade'', atestou o cientista Adauto Lourenço

“A parte religiosa não é testável. O criacionismo trabalha especificamente nesta questão: ‘É possível provar cientificamente que o mundo foi criado? Sim!’; ‘É possível provar cientificamente quem criou o mundo? Não!’ Portanto, dizer que o criacionismo está tentando provar que Deus criou o mundo, não é verdade”, atestou o cientista Adauto Lourenço

A Terra possui um número muito grande de variáveis, perfeitamente balanceadas para que vida exista. Todos esses valores são apenas meras coincidências ou sinais de planejamento? Foi propondo questionamentos como este – a respeito das perfeitas condições para que haja vida na terra – que o cientista Adauto Lourenço ministrou uma palestra sobre criacionismo, no auditório da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Na ocasião, foram colocadas em debate duas conhecidas teorias a respeito da criação do mundo: criacionismo e evolucionismo. Continue Reading…

Inarredável ceticismo faz mal à saúde

Determinados tipos de emoção fazem mal à saúde – num certo grau. Descobriu-se que pessoas que sofriam de ansiedade crônica, longos períodos de tristeza e pessimismo, incessante estresse ou desgosto, inarredável ceticismo ou desconfiança corriam risco dobrado de contrair doenças – incluindo asma, artrite, dores de cabeça, úlceras pépticas e males cardíacos

Descobriu-se que pessoas que sofriam de ansiedade crônica, longos períodos de tristeza e pessimismo, incessante estresse ou desgosto, inarredável ceticismo ou desconfiança corriam risco dobrado de contrair doenças – incluindo asma, artrite, dores de cabeça, úlceras pépticas e males cardíacos

Não estou aqui para desrespeitar nenhum ateu ou agnóstico.

Tenho telespectadores e ouvintes muito amáveis e respeitosos com quem me comunico, e que não creem em Deus. Eles me conhecem o suficiente (mesmo que à distância) para saber o quanto os aprecio, respeito e considero. Por isso, não leve o conteúdo desse post para o lado pessoal. Continue Reading…

Uma pesquisa revela: é mais fácil perder do que conquistar a fama de honesto (e o que nossas escolhas revelam?)

A pesquisa: por exemplo, uma pessoa fictícia, Bárbara, trabalhava em um escritório e, algumas vezes, segurava a porta para os outros ou elogiava seus colegas. Outras vezes, ela furava as filas e espalhava fofocas. Os participantes deviam então avaliar a mudança no comportamento de Bárbara

A pesquisa: por exemplo, uma pessoa fictícia, Bárbara, trabalhava em um escritório e, algumas vezes, segurava a porta para os outros ou elogiava seus colegas. Outras vezes, ela furava as filas e espalhava fofocas. Os participantes deviam então avaliar a mudança no comportamento de Bárbara

Moral ou imoral?

É mais fácil ganhar uma má reputação do que se livrar dela.

De forma mais geral, parecer haver uma assimetria na forma como as pessoas avaliam o caráter moral dos outros, com pesos diferentes para o lado negativo e para o lado positivo. Continue Reading…

Tipo de canela em pó aumenta capacidade de aprendizagem

"Esta seria uma das abordagens mais seguras e mais fáceis para converter alunos ruins em bons alunos," brinca o professor Kalipada Pahan. [Imagem: Rush]

“Esta seria uma das abordagens mais seguras e mais fáceis para converter alunos ruins em bons alunos,” brinca o professor Kalipada Pahan. [Imagem: Rush]

Condimento mental

Que a canela é uma adição deliciosa a muitas receitas [para algumas pessoas, não é o meu caso, rsrsrs..] é algo que todos sabem.

O que ninguém esperava é que ingerir a cheirosa e saborosa especiaria também pudesse melhorar a capacidade de aprendizagem. Continue Reading…

Filósofo naturalista acha que “nunca temos acesso direto aos nossos pensamentos”

Como tantas outras reivindicações materialistas bizarras sobre a mente, a afirmação de Rosenberg é auto-refutável. Se não temos acesso direto aos nossos pensamentos, por que iriamos assumir que o que Rosenberg tem escrito, tem qualquer relação com o que ele realmente pensa? Se Rosenberg não tem acesso direto aos seus próprios pensamentos, não há nenhuma maneira de saber o que ele realmente pensa

Como tantas outras reivindicações materialistas bizarras sobre a mente, a afirmação de Rosenberg é auto-refutável. Se não temos acesso direto aos nossos pensamentos, por que iriamos assumir que o que Rosenberg tem escrito, tem qualquer relação com o que ele realmente pensa? Se Rosenberg não tem acesso direto aos seus próprios pensamentos, não há nenhuma maneira de saber o que ele realmente pensa

(Texto adaptado pela fonte).

Em um post intitulado “Por fim: um pensador racional em “The Stone”“, o biólogo ateu e negador do livre-arbítrio,  Jerry Coyne, cita o companheiro ateu Alex Rosenberg, professor de filosofia na Universidade Duke .

Rosenberg:

Nós nunca temos acesso direto aos nossos pensamentos. Como Peter Carruthers já havia argumentado primeiramente, a auto-consciência é apenas a leitura da mente voltada para dentro … Não há nenhum ponto de vista em primeira pessoa. Nosso acesso aos nossos próprios pensamentos é tão indireto e falível como o nosso acesso aos pensamentos de outras pessoas. Nós não temos acesso privilegiado às nossas próprias mentes. Se nossos pensamentos dão o verdadeiro significado para nossas ações, nossas palavras, nossas vidas, então não podemos; nunca, estarmos certos sobre o que dizer ou fazer, ou para essa matéria, o que pensamos ou porque pensamos isso. Continue Reading…

Como a Bíblia salvou (e ainda salva) a RAZÃO

Com a Bíblia acessível, as tabernas e cervejarias da Inglaterra se tornaram sociedades de debate - as pessoas começaram a questionar e julgar cada tradição da Igreja e decisão do rei. As autoridade religiosas e políticas foram analisadas criticamente. Essa grande revolução intelectual se espalhou por todos os cidadãos alfabetizados, não se restringido ao ambiente acadêmico

Com a Bíblia acessível, as tabernas e                cervejarias da Inglaterra se tornaram        sociedades de debate – as pessoas começaram    a questionar e julgar cada tradição da Igreja e decisão do rei. As autoridades religiosas e políticas foram analisadas criticamente. Essa grande revolução intelectual se espalhou por           todos os cidadãos alfabetizados, não se                 restringido ao ambiente acadêmico

Comumente se associa a Bíblia ao desconhecimento, tendo-a como fonte de atraso e ignorância. Mas será que isso é verdade? Será que a Bíblia possui conteúdo que milita contra a razão e a sabedoria? Será que ela foi tão maléfica para a humanidade? O prosseguimento na leitura poderá te ajudar a responder tais perguntas. Continue Reading…