Militantes ateus usam acidente de avião para “pregar”

Observe como eles fogem da verdadeira questão: tripudiar sobre a dor de milhares de pessoas, além dos sobreviventes e parentes diretos dos envolvidos na tragédia, só para faturar pontos no debate ideológico. Imagine o que esses monstros (a)morais fariam se detivessem poder efetivo contra seus adversários. Epa! Pera lá! Já sabemos. É só olhar para o que os regimes ateus fizeram nos últimos cem anos
Observe como eles fogem da verdadeira questão: tripudiar sobre a dor de milhares de pessoas, além dos sobreviventes e parentes diretos dos envolvidos na tragédia, só para faturar pontos no debate ideológico. Imagine o que esses monstros (a)morais fariam se detivessem poder efetivo contra seus adversários. Epa! Pera lá! Já sabemos. É só olhar para o que os regimes ateus fizeram nos últimos cem anos

Quando eu disse várias vezes que há uma diferença crucial entre um ateu tradicional – daqueles cujas influencias vem de Friedrich Nietzsche e Arthur Schopenhauer, dentre outros – para o neoateísmo – de embusteiros como Richard Dawkins e Sam Harris –, sempre apareciam alguns dizendo: “Qual a diferença?” Creio que este postmacabro, insensível, desumano e psicopático da Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (Atea), mas que não me representa nem aqui nem na China, fecha a questão. A Atea é claramente uma organização neoateísta. Seu líder é Daniel Sottomaior, que vive aparecendo em programas de TV – onde debate contra religiosos – e diz representar ateus e agnósticos.

atea1Evidentemente, o ódio que essa gente sente dos religiosos é tanto que não conseguiram sequer demonstrar respeito diante de toda uma nação que chorou pela morte de quase todo o time do Chapecoense no desastre de avião. Observe abaixo (a imagem, denunciada originalmente por Alexandre Borges, é de dar ânsia de vômito):

Fonte: Ceticismo Político.

Nota de Michelson Borges: Como se não bastassem as barbaridades e a insensibilidade desses militantes ateus, publicações de circulação nacional como a Veja ainda lhes dão espaço e voz (confira aqui e aqui). Na época, solicitei um direito de resposta à revista, mas, uma vez mais, fui ignorado. Parabéns, Veja, por escolher tão bem os defensores das ideologias que permeiam suas páginas.

Veja, também, logo abaixo, o pedido de “desculpas” da Atea:

O amigo Marco Dourado destaca: “Observe como eles fogem da verdadeira questão: tripudiar sobre a dor de milhares de pessoas, além dos sobreviventes e parentes diretos dos envolvidos na tragédia, só para faturar pontos no debate ideológico. Imagine o que esses monstros (a)morais fariam se detivessem poder efetivo contra seus adversários. Epa! Pera lá! Já sabemos. ateaÉ só olhar para o que os regimes ateus (clique e confira!) fizeram nos últimos cem anos.

Hendrickson Rogers

Oi, como vai? Então, o "prof. H" é professor de Matemática há 17 anos, mestre em Ensino de Matemática no Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Federal de Alagoas, especialista em Educação Matemática e especialista em Educação a Distância. Meu nome de fato é Hendrickson Rogers e o que me define não está supracitado. Sou um guerreiro nas fileiras do Rei Jesus Cristo e minha maior motivação é Sua promessa de retorno, recriação e vida eterna sem pecado e dor! Tudo o que faço gira em torno de meu Criador e Seus ensinamentos. A família, a educação matemática e a ciência (e tudo o mais) são oportunidades de honrá-Lo e evidenciá-Lo, até que Ele mesmo prove Sua existência! Prazer! Seja muito bem vindo(a)! Vamos calibrar sua cosmovisão poderosamente =D

Um comentário em “Militantes ateus usam acidente de avião para “pregar”

  • dezembro 6, 2016 em 9:25 am
    Permalink

    Sou ateu a 3 anos apenas, mas entendo q a ATEA n me representa, assim cm a outros milhares de ateus. Sigo mts pages ateistas, e n raramente critico publicamente algumas postagens.
    Qto à essa tragédia, meu sentimentos às familias. Conheco d perto a dor da perda d um ente kerido e sei q n eh facil. Desejo à tds forca nesse momento tai dificil.
    Qto à ATEA, cm eh a frustração d n conseguir representar uma classe q diz ter nascido p defender? Logico q tem posts bons, mas tem uns q nem vou comentar. Sem contar q td q vira associacao descamba p politicagem, daew jah viu.
    Do Daniel, o q hei d dizer? Apenas q n tem capacidade p debates publicos. P se saber ond ker ir, deve-se saber ond se esta. E esse n eh seu casi, Daniel.
    Qto à essa materia, n sei pq polarizar ateus em “neo” ou d Nitchie, jah q basicamente ateu eh ateu. E deveria constar tbm o q eh um ateu, q eh apenas n crer em nd alem da materia.
    Grato.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: