Casagrande abandona o satanismo!

                Libertação impressionante

Walter Casagrande Jr. é um dos principais comentaristas de futebol do Brasil, ex-jogador de times importantes nacionais e internacionais e conhecido por não ter papas na língua. Recentemente, participou de um culto na Assembleia de Deus Novo Tempo, em São Paulo, e relatou uma experiência sobrenatural. Casagrande disse que constantemente tinha visões de espíritos malignos e que toda ajuda que tentava obter para combater essa influência era sabotada. “Eu ficava de madrugada sentado no sofá e as imagens apareciam no sofá e tudo mais. Num determinado dia, as vezes que eu recorria a uma ajuda espiritual, eu não sabia nem fazer uma oração. Eu não tinha nenhum conhecimento da vida de Cristo. Eu tinha da vida de Lúcifer, então eu não conseguia me defender daquilo ali”, disse o comentarista, em um vídeo que circula nas redes sociais.

A opressão era tão intensa que ele não conseguia pedir ajuda: “Quando eu ia procurar essas coisas na internet, quando eu encontrava, a internet caía, faltava energia, sempre bloqueava qualquer ajuda que eu tentava ter”, contou. “Aí, em uma determinada noite eu estava na sala e senti uma presença e pensei: ‘Agora é o meu fim.’ Eles estavam vindo mesmo para me matar. Eles vinham na minha direção e eu fui me afastando até chegar na parede. Aí, eu senti uma presença do lado, que era Lúcifer, e eu falei: ‘Pô, você vai deixar eles me pegarem? Eu falei da sua vida até agora e você vai deixar eles me pegarem?’”, relembrou.

Casagrande foi, por muito tempo, um admirador de Lúcifer. Em uma entrevista recente ao programa Morning Show, da rádio Jovem Pan FM, disse que essa simpatia pelo anjo caído se deu pelo fato de que ele “aspirou ser maior do que Deus”. “Eu acho ele [Lúcifer] um personagem fantástico. Mas a minha admiração por Cristo e a minha fé nEle aumentou muito mais”, frisou ele, na ocasião.

No testemunho dado na igreja paulistana, Casagrande frisou que Lúcifer não o ajudou no momento em que ele estava cercado por espíritos malignos. “Ele não respondeu nada e as imagens continuaram. Foi aí que eu comecei a orar o Pai Nosso. Eu estava desesperado e as imagens continuavam. Mas, de repente, saíram de dentro de mim orações que eu nunca tinha feito. E eu falando que Cristo vivia no meu coração”, contou.

O resultado dessa experiência – que já havia sido contada na mesma entrevista à Jovem Pan – foi uma libertação da opressão maligna: “As imagens começaram a desaparecer. E daquele dia em diante eu senti que a minha vida era de Cristo. Eu ainda não estou em nenhuma igreja, mas eu agradeço todas as noites por Deus ter me tirado das mãos de Lúcifer. Eu senti Cristo do meu lado, Ele me abraçou naquela noite. Ele me colocou nos braços dEle. Eu não estava do lado dEle, mas Ele quis me defender mesmo assim”, concluiu.

Fonte: Gospel Mais.

Nota de Michelson Borges: Graças a Deus, Casagrande experimentou a libertação dessa escravidão, justamente em um momento em que o satanismo está em alta. No mês de junho, com a participação das pessoas mais poderosas da Europa, o túnel Gotthard Base, na Suíça, foi inaugurado com um ritual satânico perturbador e sombrio (confira). Gotthard Base é o projeto de túnel mais longo e mais caro da História. Ele atravessa os Alpes suíços e levou 17 anos para ser concluído. Na cerimônia, estavam lá a chanceler alemã Angela Merkel, o presidente François Hollande, da França, e o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi. Diante deles, um homem vestido de bode presidiu o ritual. Para que esconder as coisas, hoje em dia, não é mesmo? Acabou a diversão dos caçadores de mensagens subliminares. Os ocultistas e satanistas não mais precisam se valer dessas e de outras artimanhas. O mal está tão escancarado neste planeta, que o diabo pode ser adorado abertamente diante de líderes políticos. E isso quase não causa mais espanto em ninguém. A cerimônia teve de tudo: erotismo, exaltação de Baphomet, olho que tudo vê, encenação de sacrifícios, etc. Antigamente, bastavam uma oração de gratidão a Deus pela capacidade concedida aos humanos ou, no mínimo, o estouro de um champanhe. Os tempos mudaram.

Antes de entregar a vida a Jesus, Casagrande admitiu: “Sempre fui admirador de Lúcifer. Contestava muito a história de Cristo. Pesquisei, li livros sobre demônios. Me atraía por aquilo. Li a Bíblia Satânica. Era muito louco. Sempre fui ligado à caveira. É uma marca. Tinha um time de várzea que se chamava ‘Veneno Show’, o distintivo era uma caveira. E Deus não é tão bom assim.”

Havia uma contradição evidente na fala dele e há na de muitos outros satanistas: ele disse que contestava a história de Cristo, que está na Bíblia, mas, por outro lado, dizia acreditar em Satanás, cuja história também vem da Bíblia. Apesar de, na sequência da entrevista, ele dizer que Jesus e o arcanjo Miguel (que, na verdade, são a mesma pessoa) o livraram, ainda assim dizia que continuava admirando Lúcifer e que nem sempre Deus é bom.
Infelizmente, o que Casagrande fez e o que fizeram no túnel na Suíça é uma grande ajuda para as pretensões de Lúcifer, que começou sua rebelião no Céu justamente por invejar o Criador, espalhando a mentira de que Ele não seria bom e de que Seu governo seria injusto. Tudo isso faz parte de uma grande estratégia para “domesticar” o inimigo de Deus, dando a ele aparência de bondade e invertendo papeis: Lúcifer é bom e Deus é mau. Muitos livros, filmes e séries têm feito a mesma coisa. Quando Lúcifer finalmente simular a volta de Jesus, multidões o seguirão facilmente, ainda que ele se apresentasse como realmente é.

Se você ainda não leu o livro Viagem ao Sobrenatural, da Casa Publicadora Brasileira, precisa fazer isso o quanto antes. O autor, Roger Morneau, foi satanista e, depois, acabou sendo resgatado por Deus. No livro, Morneau revela os bastidores do mundo oculto e os propósitos de Satanás e seus seguidores. O assunto é sério, e não adianta jogar tudo para debaixo do tapete ou esconder a cabeça, ignorando que estamos imersos em um conflito de proporções cósmicas.

Graças a Deus, Morneau, Casagrande e outros optaram pelo lado da luz. Que o ex-jogador e comentarista possa avançar em sua experiência, estudar a Bíblia e conhecer ainda mais o Deus a quem se entregou, mantendo firme sua decisão. Cada um de nós precisa decidir diariamente de que lado vai estar. Eu já fiz a minha escolha, e você?

Hendrickson Rogers

Oi, como vai? Então, o "prof. H" é professor de Matemática há 17 anos, mestre em Ensino de Matemática no Programa de Pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática da Universidade Federal de Alagoas, especialista em Educação Matemática e especialista em Educação a Distância. Meu nome de fato é Hendrickson Rogers e o que me define não está supracitado. Sou um guerreiro nas fileiras do Rei Jesus Cristo e minha maior motivação é Sua promessa de retorno, recriação e vida eterna sem pecado e dor! Tudo o que faço gira em torno de meu Criador e Seus ensinamentos. A família, a educação matemática e a ciência (e tudo o mais) são oportunidades de honrá-Lo e evidenciá-Lo, até que Ele mesmo prove Sua existência! Prazer! Seja muito bem vindo(a)! Vamos calibrar sua cosmovisão poderosamente =D

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: