Jesus, Yeshua, Iesus ou Iesous?

Muito se tem discutido nestes últimos dias acerca do verdadeiro e exato nome de Deus e do Seu Cristo. Tais discussões não têm tido avanço real, haja vista que, nem mesmo entre os puristas linguísticos que vivem em função desta busca há unanimidade. Muitas são as variantes defendidas pelos pretensos detentores da ORTOGRAFIA e FONÉTICA divina. E por que não há consenso entre eles? Pelo simples fato de IGNORAREM que CADA LÍNGUA possui suas PRÓPRIAS LEIS.

Cada idioma possui seu próprio léxico, sendo este o conjunto de palavras que lhe são próprias. As palavras por sua vez dispõem de típica morfologia. Ou seja, a forma que assumem, quanto a sua estrutura construtiva, depende do idioma a que pertencem. Semelhantemente, para cada forma, haverá uma fonética específica em cada língua. De sorte que cada idioma possui fonética, morfologia e léxico próprios, além de sintaxe, semântica, pragmática, semiologia, particulares e distintas. Afinal, o que distingue as várias Gramáticas (entende-se Gramática como a totalidade de regras que determinam cada idioma) são as suas idiossincrasias e especificidades, desde o rudimento fonético até a sua maior expressão na Literatura. Continue Reading…

Ateu lê a Bíblia para confrontar cristãos e se converte!

“Em qualquer outra religião é o homem que procura seu deus. Mas no Cristianismo é Deus quem procura o homem”

Apesar de ter uma situação financeira invejável, que incluía viagens por todo o mundo, carros de luxo e mansões, o Dr. Greg Lehman não se sentia feliz e satisfeito com sua vida. Segundo o médico norte-americano, que compartilhou seu testemunho ao Ministério OTG, ele se recusava a acreditar em Deus e se sentia sempre frustrado e raivoso. “Eu estava indo de uma coisa para a outra: comprava um carro novo, mas aquilo não me satisfazia. Então eu saía e comprava roupas novas ou fazia uma viagem”, disse Lehman em seu depoimento. “Eu tinha muitos passatempos. Eu fiz triatlo e também bebia vinhos como um hobby.” Continue Reading…

O humor de Jesus

Imagine um camponês ouvindo Jesus contar que um semeador saiu jogando semente para tudo quanto é lado, algumas caíram na estrada, outras nos espinhos, e assim vai! E logo um gritaria lá de trás da multidão: Este semeador é doido, qualquer um sabe que tem que preparar a terra e colocar a semente com cuidado na vala preparada, pois a semente é cara

Alguns pastores e pregadores confundem a responsabilidade de “expor a bíblia com seriedade” e “expor a bíblia sério” e alegam que o humor é uma forma inapropriada para uma pessoa falar de Deus e do Seu Reino, concluindo que seria desrespeitoso ou até blasfemador comunicar o evangelho de uma forma humorada.

Este argumento seria incoerente com o método que Jesus às vezes optou usar para falar do céu e do seu reino. O que estou querendo dizer é que Jesus usava muito humor para pregar.

Mas por que muitos de nós não vemos de cara o humor de Jesus?

Continue Reading…

A hipótese espírita versus a hipótese da mortalidade da alma (2ª parte)

Quem explica melhor a realidade – Jesus ou o espiritismo? Quais as implicações em se obedecer à uma dessas duas cosmovisões excludentes? A existência de visões tão opostas evidencia nossa responsabilidade para com o livre-arbítrio que recebemos. Podemos achar que estamos no terreno da filosofia. E isso, em parte, está certo. Mas, os resultados de se crer numa ou na outra visão são tão diferentes como a vida eterna e a morte eterna

(Este material foi gerado nos debates do grupo do blog no WhatsApp. Caso tenha interesse em participar, aperte/clique AQUI.)

 

2ª parte

 

Bloco 1 (questionamentos introdutórios)

I) Algo existe por que vemos ou ouvimos ou sentimos? Enfim, nossos sentidos devem decretar o que existe ou não? Tudo o que existe é visível? E as ilusões de ótica? Será que elas podem existir no campo espiritual também? O que a humanidade de décadas atrás não via, nós hoje podemos enxergar! Isso nos diz algo?

II) A realidade é objetiva ou subjetiva? Dito de outro modo – vivemos o que vivemos ou o que chamamos de realidade pode não passar de um holograma, algo artificial já previamente programado?

III) Somos predestinados/pré-programados para viver o que vivemos? Livre-arbítrio existe? Quanto dele existe e como medi-lo? E quanto à hipótese espírita da reencarnação? Quem morre reencarna ou vai para algum ambiente recompensador (Céu, inferno, purgatório, …)?

Continue Reading…

A hipótese espírita versus a hipótese da mortalidade da alma (1ª parte)

Mesmo o maior cético do espiritismo é obrigado a concordar que os fenômenos espíritas (pelo menos os que já foram testados) são autênticos, não há encenação

(Este material foi gerado nos debates do grupo do blog no WhatsApp. Caso tenha interesse em participar, aperte/clique AQUI.)

 

1ª parte

Bloco 1 (conceitos)

Amigos, gostaria de começar apresentando alguns conceitos que usaremos bastante daqui para frente:

Fideísmo = “Doutrina religiosa que prega que as verdades metafísicas, morais e religiosas, como a existência de Deus, a justiça divina após a morte e a imortalidade, são inalcançáveis através da razão” (Dicionário). (Ou seja, o fideísmo limita a pesquisa/investigação e até a abdica, por não necessitar se apoiar em evidência; basta a sensação subjetiva da certeza interior).

= “Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas” (Rm 1.20). (Ou seja, a fé exige evidência visível para se acreditar no invisível).

Pergunta 1 O espiritismo é fideísta ou se utiliza da fé? Por outro lado, a crença de que somos mortais (mortalidade da alma) é fideísta ou se utiliza da fé?

Continue Reading…

Casagrande abandona o satanismo!

                Libertação impressionante

Walter Casagrande Jr. é um dos principais comentaristas de futebol do Brasil, ex-jogador de times importantes nacionais e internacionais e conhecido por não ter papas na língua. Recentemente, participou de um culto na Assembleia de Deus Novo Tempo, em São Paulo, e relatou uma experiência sobrenatural. Casagrande disse que constantemente tinha visões de espíritos malignos e que toda ajuda que tentava obter para combater essa influência era sabotada. “Eu ficava de madrugada sentado no sofá e as imagens apareciam no sofá e tudo mais. Num determinado dia, as vezes que eu recorria a uma ajuda espiritual, eu não sabia nem fazer uma oração. Eu não tinha nenhum conhecimento da vida de Cristo. Eu tinha da vida de Lúcifer, então eu não conseguia me defender daquilo ali”, disse o comentarista, em um vídeo que circula nas redes sociais.

Continue Reading…

Meu Feliz Natal aos leitores de 2016!

“Ele é o Salvador amado,
                  Bem merece o nosso amor.”

“Berço rude, Lhe foi dado,
Mas do Céu Lhe vem louvor” (Melodia tradicional francesa).

Quando não é o berço que “é rude”, é a saúde, o casamento, as relações familiares, as amizades, é a vida de cada ser humano!

No entanto, raciocine comigo: se Jesus é de fato Deus, então Ele não merecia o que recebeu, pois a definição bíblica de Deus é ”perfeição”, fidedignidade e “amor”. Logo, se Ele recebeu o que recebeu, viveu como viveu e morreu como morreu, todas as minhas reivindicações/reclamações caem por terra, sem o menor sentido, não é mesmo? Continue Reading…

O que seria das mulheres sem o cristianismo?

O que o paganismo faz para proteger a mulher? Nunca fez nada, e nunca fará. E essas outras religiões não cristãs? Normalmente, colocam o sexo feminino em uma posição inferior à do homem. E o humanismo? Nada trouxe de bom para as mulheres. Na prática, uma vertente humanista (evolucionista) ensina que nada há de especial na humanidade; tudo que há é resultante de acaso. Somente o mais forte sobrevive (ou domina). Se for o sexo masculino, assim deve continuar a ser. É natural que seja assim. Não há justificativa moral (do ponto de vista evolucionista) para proibir a violência física, sexual, emocional à mulher, nem mesmo por que condenar posicionamentos machistas. A máxima é “o que agora é, é o certo”. Mas não é assim com o Cristianismo. Em todos os lugares em que ele chegou, as condições das mulheres melhoraram.

O que o paganismo faz para proteger a mulher? Nunca fez nada. E essas outras religiões não cristãs? Normalmente, colocam o sexo feminino em uma posição inferior à do homem. E o humanismo? Nada trouxe de bom para as mulheres. Na prática, uma vertente humanista (evolucionista) ensina que nada há de especial na humanidade; tudo que há é resultante de acaso. Somente o mais forte sobrevive (ou domina). Se for o sexo masculino, assim deve continuar a ser. Mas não é assim com o Cristianismo. Em todos os lugares em que ele chegou, as condições das mulheres melhoraram.

Muito se fala sobre a situação da mulher na sociedade moderna. Acreditam não poucos que há um grande desnível – ou abismo mesmo – entre os direitos e deveres do homem e os da mulher, sendo que essa última tem sido historicamente prejudicada. E não faltam candidatos a carrasco do sexo feminino. A última moda agora é acusar as religiões de forma geral, e o Cristianismo, em especial. Não há a menor dúvida de que existem religiões no mundo que cerceiam os direitos da mulher. O Islamismo é um bom exemplo desse tipo. Tanto seu livro sagrado como sua literatura teológica discrimina e rebaixa gravemente a mulher a ponto de torná-la um objeto de propriedade, primeiramente do pai, e depois do marido. Contudo, neste texto quero provar que não há razão por que colocar o Cristianismo no mesmo cesto das religiões que pejoram a mulher. Mais do que isso, vou mostrar como o Cristianismo colocou a mulher em uma situação muito melhor do que qualquer outro sistema religioso ou filosófico que já existiu. Continue Reading…

Qual a melhor tradução da Bíblia?

O livro que melhor apresenta o caráter do Criador!

O livro que melhor apresenta o caráter do Criador!

Quando era adolescente, minhas leituras se resumiam basicamente a histórias em quadrinhos de super-heróis e livros de ficção científica. Você imagina como foi difícil gostar de ler a Bíblia? Mas, quando tinha 18 anos, passei por uma experiência de conversão, passei a amar Jesus, meu Salvador e Senhor, e me tornei adventista do sétimo dia. Descobri o tesouro que é a Palavra de Deus e passei a lê-la todos os dias, um hábito que mantenho há mais de 20 anos. Na verdade, hoje não consigo passar um dia sem ler um pouco da Bíblia Sagrada. Essa leitura me alimenta, me enche de esperança, me aproxima de Deus. E foi Ele quem mudou meus gostos, nessa e em outras áreas. Passei a considerar palha as leituras que me encantavam no passado. Meu conselho é que você experimente conhecer a Bíblia. Antes de lê-la, faça uma oração sincera pedindo a Deus que o mesmo Espírito Santo que inspirou os autores sagrados o ajude a compreender a mensagem que você está lendo. Tenho certeza de que isso fará grande diferença em sua vida, como fez e tem feito na minha. Continue Reading…

Mais uma boa resposta aos antitrinitarianos!

Homem, deus ou Deus?

                 Homem, deus ou Deus?

Em parte, posso dizer que devo minha conversão a um colega de classe testemunha de Jeová. Quando fazia o curso de química no ensino médio, lá em Criciúma, SC, num intervalo entre as aulas, no ano de 1991, entrei num debate com esse amigo que tentava me provar que Jesus havia sido criado por Deus, sendo, portanto, um deus – assim, com letra minúscula. Apesar de ser católico praticante, na época, eu não conhecia o suficiente da Bíblia para provar para aquele colega que ele estava equivocado. No entanto, a própria lógica me dizia isso. Argumentei que eu jamais aceitaria o amor de um Deus que, em lugar de morrer por Suas criaturas caídas, criasse um deus substituto para vir aqui morrer pelos pecadores. Isso não faz sentido. Isso não é amor. Cria e creio em um Deus que “tabernaculou” com os seres humanos. Fez aqui Sua morada, o “Deus conosco”, encarnado para mostrar Sua identificação completa com a humanidade que Ele criou e redimiu. O meu Deus veio até aqui e morreu por mim! Não enviou outro para fazer isso. Exatamente como eu faria, caso um de meus filhos estivesse em perigo. Eu não mandaria outro em meu lugar e ficaria assistindo sentado. Continue Reading…