Assembléia de Londres diz “xô” para o Macdonald’s e a Coca-cola nas Olimpíadas!

Cerca de 30% das crianças sofrem com obesidade infantil e 60% da população adulta está acima do peso, no Reino Unido


A Assembléia de Londres pede que os patrocínios da rede internacional de lanchonetes McDonald’s e a empresa de refrigerantes Coca-Cola sejam banidos das Olimpíadas.
O evento mundial irá acontecer em menos de três semanas e, segundo as estimativas, é pouco provável que o pedido de remoção seja acatado.
O motivo dessa rejeição por parte do órgão legislativo deve-se a uma decisão aprovada recentemente para que haja uma cobrança mais rígida do Comitê Olímpico Internacional (COI) em relação a publicidades que estimulem a obesidade infantil.

Segundo a autora da proposta, a parlamentar Jenny Jones, uma das promessas feitas por Londres para ganhar o direito de sediar o os jogos olímpicos de 2012 foi deixar um legado de incentivo para que haja crianças mais ativas e sadias pelo mundo.
Os contratos do McDonald’s e da Coca-Cola garantem exclusividade na venda de alimentos e bebidas não alcoólicas nos centros onde irão acontecer as disputas.
Acima do peso No Reino Unido, as estatísticas relacionadas à obesidade são preocupantes. Cerca de 30% das crianças sofrem com obesidade infantil e 60% da população adulta está acima do peso.
A verdadeira motivação da Assembléia de Londres é a tentativa de diminuir esse percentual, que hoje significa um dos grandes problemas enfrentados pela população local.
Em nota, o McDonald’s ainda se defendeu dizendo que a lanchonete também vende saladas e frutas. A Coca-Cola alegou que 75% das bebidas não têm açúcar.
Fonte: O Povo.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: